VOO RASANTE

80 anos num piscar de olhos. Um resumo meteórico do que será contado e ilustrado no livro A GRANDE HISTÓRIA DO SURF BRASILEIRO

Os primeiros registros fotográficos do surf no Brasil datam dos anos 1930, pranchas baseadas nos modelos havaianos de madeira foram produzidas com instruções de revistas importadas de mecânica popular.

THOMAS E MARGOT RITTSCHER EM SANTOS NO LITORAL PAULISTA

No final dos anos 1950 foi inventada no Rio de Janeiro a prancha de madeirite, um artefato 100% brasileiro, que foi responsável por introduzir ao esporte muitos de nossos pioneiros nos Estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Rio Grande do Sul.

Em meados dos anos 1960 chegaram em nossas águas as pranchas construídas em poliuretano e fibra de vidro. Elas boiavam, deslizavam com desenvoltura o esporte floresceu na medida em que fábricas começaram a produzir pranchas deforma bem artesanal.

A partir da segunda metade da década de 1960 surgiram os primeiros campeonatos no Brasil, primeiro no RJ, depois em São Paulo. As regras de competição evoluíam, os juízes ficavam com pranchetas em cadeirões de tênis.

SURFISTAS PREPARADOS PARA UMA CORRIDA DE REMADA NO RIO

A partir de 1972 aconteceu o primeiro Festival Nacional de Surf em Ubatuba. A organização dos eventos de surf não parou de evoluir até chegar aos campeonatos do circuito mundial, que atingiram padrão internacional, inclusive com a introdução de aspectos de estrutura e melhorias genuinamente brasileiros.

A indústria do surf começou com as pranchas na década de 1960, a revista Brasil Surf surgiu em 1975, a imprensa especializada em surf teve um papel marcante no desenvolvimento do esporte e divulgação dos valores do estilo de vida. No final daquela década a surfwear, ou moda surf, nasceu no Brasil, teve uma jornada de crescimento vertiginoso nas décadas de 1980 e 1990.

STAR POINT DA LOJA ORIGINAL EM MOEMA PARA OS SHOPPINGS

O mercado do surf, o freesurfer viajante em busca de ondas perfeitas, a vida dos surfistas profissionais, as escolas de surf, a busca por preparo físico, conhecimento e a elevação do padrão de performance em todos os aspectos da história do surf brasileiro serão abordados nos cinco volumes do livro A GRANDE HISTÓRIA DO SURF BRASILEIRO que serão lançados em 2019 e 2020.

Acompanhe por este blog e pelo site www.hsurfbr.com.br todos os desdobramentos do projeto. Para ter uma amostra do estilo da obra, os 7 primeiros capítulos foram apresentados no antigo blog do livro. Para a obra impressa está sendo processada uma minuciosa seleção de fotografias históricas, também os textos passarão por uma revisão, edição final e cruzamento de informações.

Estes capítulos foram publicados nas postagens do segundo semestre de 2013.

http://surfdragonblog.blogspot.com.br/2013/12/capitulo-7.html

http://surfdragonblog.blogspot.com.br/2013/11/capitulo-6.html

http://surfdragonblog.blogspot.com.br/2013/10/capitulo-5.html

http://surfdragonblog.blogspot.com.br/2013/09/capitulo-4.html

http://surfdragonblog.blogspot.com.br/2013/09/capitulo-3.html

http://surfdragonblog.blogspot.com.br/2013/07/capitulo-2.html

http://surfdragonblog.blogspot.com.br/2013/04/primeiro-capitulo-do-livro.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *